segunda-feira, 19 de julho de 2010

Pesadelo de volta!

Eu, que sempre me considerei uma mulher forte, corajosa e independente nas coisas que faço, me vi perdida, envergonhada e frágil.

Em meio a tantas notícias de abuso sexual na TV e na região, fiquei abalada novamente pelo 'quase' estupro que sofri. A vergonha, o medo e o receio de uma nova tentativa, me fazem ficar calada. Sei que meus pais não leem meu blog, por isso não ligo de falar. Praticamente todos os dias que vou para o centro da cidade eu vejo aquele cara BABACA. Já contei para uns amigos mais próximos que, depois de fazer uma cara de 'que se foda', dizem que é coisa da minha cabeça.

Queria eu que todo esse sentimento de perseguição fosse somente coisa da minha cabeça, um modo de prosseguir com essa máscara de vítima... Uma maneira de manter a atenção alheia TODA pra mim.

Do mesmo modo que eu me calo hoje, muitas muilheres já se calaram e muitas se calarão.

Meu caso foi lindo. Sem sexo, sem nenhuma tentativa mais forte... Realmente, teria sido MUITO pior se o acaso não estivesse do meu lado aquele dia.

Minha insônia, impaciência e gastrite têm um motivo, e é exatamente esse. Pense: Se o cara tivesse me estuprado, de fato, o que eu sentiria hoje?! Nessas horas me faz falta um namorado, ou um cara mais controlado psicologicamente pra me fazer carinho e falar que eu já posso ficar tranquila, porque ele estará ao meu lado sempre.

Não sinto medo do que aconteceu e sim do que está por vir.



Parabéns a todo mundo que é corajoso o suficiente para denunciar qualquer tipo de abuso.



Beijão pra quem leu!


(ps: eu vejo a cara desse filho da puta em todo lugar, na rua, em casa, antes de dormir, enquanto eu durmo, quando acordo, etc.. É foda passar por isso quieta. Já percebi que NÃO SOU forte, acho que vocês também perceberam, não é?!)

obs: se eu errei alguma palavra, descuuulpa.

3 comentários:

Douglas John Paul Gallagher disse...

Primeiramente sinto muito por vc passar por isso...realmente eh ultrajante...nunca conversamos sobre isso...mas duvido mto q seja algo da sua cabeça e sim um fato concreto.

Bem vc sabe como sou apegado a vdd...e ao meu ver, soh de vc se abrir à seus amigos e externar isso publicamente demonstra sua força(talvez ñ a q qria)

Heyyy se precisar de qlqr coisa, desde conversar, beber, filosofar, divertir, denunciar ou socar o infeliz eh soh ligar...nas palavras de Lennon e McCartney: "Don't you know it's gonna be, all right?"

Gosto mto de vc trankerinha. Cuide-se

Tássya disse...

Nossa End. sinto muito por você. Muito mesmo. Torço e desejo que isso não se repita maais.

Se precisar de algo, é só ir pra rua da frente. ;)

beeijo flor.

Ariel Ayacura disse...

Nossa end, que coisa aconteceu contigo... guardar pra vc nunca é bom, pelo menos temos a internet pra desabafar, blog é uma boa valvula de escape...

olha num sou seu namorado, mais sou teu amigo fica calma vai dar tudo certo, se vc precisar eu vou ai e parto ao meio a cara desse otario..

beijos