segunda-feira, 13 de setembro de 2010

"Te amo!" E eu, TE ADORO.

Ouvir um EU TE AMO é TÃÃÃÃO bom! Da mãe, do pai, dos irmãos... da avó que mora longe, do avô que já morreu (tá, aí seria medonho)... Até aí, é normal de se escutar.

Porém, já pensou que SER AMADO exije MUITO de você?

Quando, em um relacionamento (seja de amizade ou algo mais), eu ouço um EU TE AMO, penso: QUE LIIIINDO e QUE MEEEDO.
SER AMADO exije confiança, segurança, fidelidade, parceria... e respeito. MUITO respeito!

Acredito PIAMENTE que o melhor a se fazer, é falar a verdade sobre o que sente, mas sem esquecer que o outro também chora, ou seja, no MÍNIMO você deve se imaginar do outro lado, deve pensar BEM antes de dizer: EU TAMBÉM TE AMO!

---

Lá vai a dica de hoje?: Quando não tiver certeza sobre o que sente, diga um carinhoso: EU TE ADORO! Por favor, não vulgarizem o amor!

---

Não consigo concluir os pensamentos ainda... ESPERO que seja a insônia! Desculpa pelos posts sem pé nem cabeça, hahaha.


BEIJÃO pra quem leu!
(posts feitos no cursinho)

2 comentários:

Douglas John Paul Gallagher disse...

Ahhh gostei do Post.

Realmente as pessoas dizem isso sem a menor noção do poder destas 3 palavrinhas. O Orkut está ai para provar...

vainard disse...

a idéia principal é que mta gnt concorda que "eu te amo" nao é para ser usado levianamente... mas só concorda pq acha q assim vai chamar mais atenção das mulheres... e odeio esse tipo de hipocrisia... sinceramente, se nao ama, NAO FALE Q AMA... seja amizade, ou oq quer que seja...
AMOR é algo puro demais para ser maculado em qualquer conversa de bar ou balada... é, maus End, esse assunto sempre gera uma certa revolta em mim... vo parar por aki ok? bjão