sábado, 21 de abril de 2012

Conversa de botas batidas.

- Mas se cansei, quer dizer que fiquei mais esperta, serve de alguma forma pra nada disso se repetir e eu ficar mais forte.

-- Serve pra muita coisa no final das contas. Talvez você demore muito pra saber no que vai servir, mas sempre tem uma utilidade e nisso eu acredito muito. Não consigo imaginar coisas que acontecem simplesmente por acontecer, elas acontecem, sim, quando devem acontecer, mas acredito num por que. Às vezes é um pensamento meio bobo, mas eu não consigo ficar sem acreditar em nada.

- Você tá certo. Acreditar em qualquer coisa faz bem e quando a 'coisa' é essa sua teoria, reanima, 'realegra'.

-- Dá uma esperança gigantesca. E não ter esperança é uma morte formal.

- E de morte, a vida já tá cheia!


----

Bate-papo com o Gustavo Pavan .

2 comentários:

Gustavo Pavan disse...

E não é?
Vida que mata, vida que espera, vida que segue.

enD disse...

Vida que morre, vida que corre, vida que vive sozinha.