domingo, 5 de junho de 2011

Indo embora de novo.

É estranho dizer que eu já me sinto em casa lá em São João? É? Porque é assim que eu me sinto.

Essa semana em Pinda me fez ver que eu não me sinto mais tão a vontade aqui. Cada copo d'água, cada banho demorado, cada prato cheio, era motivo pro meu rosto corar de vergonha. Parecia que eu estava na casa de um colega abusando da hospitalidade.

Não que eu tenha muitas responsabilidades domésticas em São João (moro em uma pensão que me dá quase tudo na mão), porém, eu sinto que lá minha palavra é a que responde qualquer pergunta sobre mim mesma. 'Quer água?', 'Quer que eu lave suas roupas?', são perguntas que eu não preciso responder, eu decido, faço, ou não faço. Simples assim.

Estou ansiosa pra voltar pra São João por vários motivos. Mas principalmente por essa liberdade (falsa liberdade, tendo em vista que eu dependo financeiramente dos meus pais) de fazer ou não fazer por mim mesma.


Saudade não entra nesse post, porque é uma coisa óbvia, um sentimento que eu já sinto nesse exato momento antes de partir.

---

Beijão pra quem leu!

2 comentários:

Steph disse...

e o que eu posso dizer? você simplesmente disse tudo que eu sinto, também. então, não pense que você é a única haha
e acho que não é estranho dizer isso.. afinal, é melhor termos nos acostumado do que se estivessemos sofrendo com a adaptação né?
enfim, te vejo 6 horas da manhã na rodoviária de caxambu!
beijoo

enD disse...

Ai, Steph, é ótimo saber disso, JURO!

É bom perceber que a gente cresceu, amadureceu, mudou e se adaptou a essas mudanças.

Beijão, até já! hahaha